segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008




Parei especado lá no cimo do penhasco e vi diante de mim a encosta aos ziguezagues com o mar lá ao fundo. Entre mim e o lugar que me rodeava nasceu um silêncio, aquele silêncio que a terra, a água, e o vento nos impõe quando estamos dispostos a ouvi-los.

29 comentários:

Carla disse...

tantos elementos se conjugaram para a beleza destas imagens

mena m. disse...

Magnífico, Rui!

Parece uma serpente, que foi beber ao mar...

Desceste?

beijinho

Jonice disse...

Absolutely breathtaking, Rui!

Tem uma linda semana e beijinho :)

Whispers in night disse...

Ola Rui!
Cada foto é uma imagem que levo gravada em minha mente.

Tanta beleza,tanto encanto que teu lado artista é capaz de trazer para nos dar a conhecer a tua ilha
Desejos de uma boa semana
beijinhos mil
Rachel

Maria disse...

De cortar a respiração, Rui...
É como dizes, ficarmos ali a ouvir a natureza....

Obrigada.
Beijinhos

Andreia do Flautim disse...

Espetacular!=)

Berta Helena disse...

Conheço esse silêncio. É uma sensação que fica connosco e nos enche a alma de paz.
Os ziguezagues que nos mostras até eu desconhecia. Fiquei com vontade de percorrê-los.

Um grande abraço, Rui.

valéria mello disse...

Me encanta muito a maneira como você faz poesia com as imagens. A natureza, os caminhos, o silêncio...

E obrigada pela visita.

Sandra Rocha disse...

Já fiquei tonta ao olhar para essa estrada. :)
Que paisagens magnificas.

Atlantys disse...

É tão bom ouvir esses silêncios perante uma paisagem assim =)
Beijokas e um bomresto de semana sem chuva ;-)***

Maria P. disse...

Que maravilha...
Gostei muito das palavras,e o silêncio...que diz tanto por vezes.


Beijinho Rui*

jawaa disse...

Não páras de me surpreender: em baixo aquele azul transparente, magnífico; aqui apareces com a «minha» serra da Leba em versão madeirense.
Obrigada por isto.

Fa menor disse...

Ai! Até o meu coração deu um salto!... Tenho vertigens!
Mas é tão lindo!
LIndas as fotos. Lindas as palavras.

Bjs

Gonçalo T. Almeida disse...

Belissímas fotos, o contraste do verde das encostas rasgada pela estrada com o azul do mar está excelente!
Abraço

Teresa David disse...

Depois de dois dias de cheias pelas minhas bandas, é bom ver outro tipo de água, ou seja, em vez de barrenta, bem cristalina convidando a nela mergulharmos e revitalizar o corpo.
Bjs
TD

Mónica Pestana disse...

Olá tio,

a nossa ponta do Garajau...magnífico!

Estou a ver que anda muito nos passeios. (eheheh)

Muitos beijinhos e o desejo de uma excelente semana. :)

P.S - É uma boa rampa para treinar!!! Coitados dos desgraçados! (eheh)

Lusófona disse...

É sempre bom vir aqui, Rui!
Que beleza..! Obrigada por esse momento :)

Beijos

JOSÉ NEVES disse...

Um cenário que já tive a oportunidade de visitar, um local lindíssimo mas que impõe um certo respeito.

Excelente este teu olhar, grande abraço.

eu disse...

Rui,como consegue?
Sem palavras

Obrigada

lua prateada disse...

Rui é um maravilhar de sonhos que me passa pela mente ao vir aqui e ...aqui fico olhando esse teu dom que nos faz ficar parados no tempo a olhar...a vaguear nosso espírito.
Beijinho prateado
SOL

Berta Helena disse...

Rui,

Desafio das 12 palavras nas Pequenas Coisas.

Abraço.

Oliver Pickwick disse...

Lugar encantador, amigo Rui! A estrada serpenteando o penhasco por si só, é um espetáculo raro. Aprecio seu olho clínico.
Abraços!

amordemadrugada disse...

Meu Deus! É tudo tão encantador, por aqui!
Bgda por tanta beleza..retratada e escrita!!!
abracito

O Profeta disse...

FAntástica a forma como desvendas a tua ilha...

A chama que explode na noite
Consumiu a palavra dispersa
As virtudes do som das águas
Ouvem-se na manhã que começa

No silêncio há tanto som, tanta emoção
Convido-te a sentir o meu silêncio total



Bom fim de semana


Abraço

jj disse...

Aquele silêncio bom...! :)

Jinhos.

M. disse...

Que susto, Rui! Lindo, mas não me imagino a subir ou a descer aquele caminho em serpente.

Estranha pessoa esta disse...

Simplesmente espectacular!!!!!!

TÃO BONITOOOOO...

Um abraço enorme para ti e para o teu netinho!!!

bell disse...

Magnífico! Embora não gostasse nada de percorrer o ziguezague de carro. Que vertigens!

bettips disse...

Um olhar profundo: e quase entontecido de se alongar em curvas!