quarta-feira, 31 de agosto de 2011


Porta para o mar

Transpus o umbral da porta de basalto, atraído pelo intenso aroma a maresia.
Sentei-me especado, a observar o vaivém enrolado das ondas a bater no calhau.
O contínuo arrastar das pedras e o rumor da água a se escoar por entre elas, soava-me como a mais bonita das sinfonias.


8 comentários:

Maria disse...

Muito bela a tua foto, Rui. E também o teu poeminha ao mar... bonito!

Beijinho.

JJ disse...

:)))))))





Jinhos.

Jorge disse...

Grande Rui! Grande Abraço!
Há muitooooooooo que ando desfasado da vida blogueira, no entanto guardei os links dos blog´s que de alguma forma marcavam a diferença (para mim).
Fou com muito agrado que constatei que andas por aqui com a (enorme)qualidade já habitual! ;)

Bom fim de semana!!!

Jorge disse...

Pois, o meu blog está parado e fechado. Só por isso mesmo está privado ..
Pode ser, e fazendo uma alusão à tuas palavras, pode ser que a "Porta para o mar" (Endless Sea) se reabra .. :)

rui disse...

Amigo Jorge,

Certamente que seria uma grande alegria para mim e, para todos aqueles que seguiam o “Endless Sea”, voltar a poder desfrutar dos teus post`s !!!

Grande Abraço

BlueShell disse...

Oh, imagono que sim...nessa paz, nesse pedaço de paraíso...
Abraço

BlueShell disse...

Hoje venho deixar um agradecimento e desejar um BOM DIA!!!

Paulo Augusto Farina disse...

Parabéns Rui! Fantástica imagem e linguagem... Fraterno Abraço do Paraná, Paulo Farina do blog Arquivos Desconexos.